17/01/19

Opinião: "Já te disse que me fazes falta?" de Estelle Maskame


"Uma última oportunidade para o amor.

Passou um ano desde a última vez que Eden falou com Tyler. Ela continua muito magoada por ele ter partido abruptamente no verão passado, e esforçou-se por seguir em frente com a sua vida na universidade, em Chicago, e esquecer Tyler de vez. Quando começam as férias grandes, Eden regressa a Santa Monica mas não é apenas ela quem decide voltar. 

Tendo sido deixada entregue a si própria depois da explosiva revelação e da desintegração da sua família, Eden não tem tempo para Tyler quando ele reaparece. Mas por onde andou Tyler E terá ela desistido dele definitivamente, como quer pensar Ou será que os dois voltarão a juntar-se, apesar da família e de todas as contrariedades

Neste surpreendente final da trilogia de Estelle Maskamebestseller internacional, assistimos ao desfecho, muito esperado, da emocionante história de amor entre Eden e Tyler."


Boa tarde, leitores!

Hoje trago-vos a minha opinião sobre um livro que esperava há algum tempo: Já te disse que me fazes falta? de Estelle Maskame, uma novidade da Editorial Presença.

Depois do final do livro anterior, Já te disse que preciso de ti?, era impossível não estar curioso com este último livro e, sem dúvida, que Já te disse me fazes falta? não desapontou!

O final era bastante expectável (e seria uma desilusão se assim não fosse! Hahaha!), mas gostei imenso do desenvolvimento deste plot! Foi, provavelmente, dos três o que mais gostei!

O que mais gostei de ver/ler ao longo desta trilogia (e, particularmente, neste terceiro livro) foi a evolução da personagem de Tyler. A personagem que conhecemos em Já te disse que te amo?, o primeiro da trilogia, é uma personagem totalmente diferente daquela que encontramos neste terceiro livro e não há dúvidas que a autora soube a aproveitar muito bem a personalidade de Tyler para construir a personagem e fazê-la crescer aos longo dos três livros.

Pelo contrário, fiquei com a impressão que a personagem de Eden foi aquela que se modificou menos ao longo da trilogia. O seu comportamento manteve-se praticamente igual quer quando a conhecemos com 16 anos quer agora com 19.

Os capítulos são também bastante curtos e a escrita simples, tal como Estelle já nos habituou, o que facilita imenso a leitura, ainda mais com uma história tão emocionante e com tantas reviravoltas como esta!

Classificação: 5/5

Uma leitura com apoio da
presença

Para mais informações sobre o livro Já te disse que me fazes falta?, clica aqui!

02/01/19

Opinião: "Mil Estrelas e Tu" de Isabelle Broom

"Alice está a assentar. Pode não ser a vida aventureira que em tempos imaginou, mas mais do que tudo quer fazer toda a gente feliz - o seu namorado equilibrado, a mãe superprotectora - ainda que signifique que uma pequena parte de si sempre se sentirá sufocada.

Max trata de agitar as coisas. Após um ferimento devastador, está determinado em mostrar as suas capacidades. Em encontrar o homem por detrás da incapacidade, em escapar à família sufocante e partir à aventura.

Uma viagem ao Sri Lanka constitui o derradeiro grito de independência para Alice - a oportunidade de que dispõe para poder mergulhar de corpo e alma no calor, no caos e nas cores de um lugar que se situa a milhares de quilómetros de distância de sua casa. É também o momento em que conhece Max. Alice ainda não o sabe, mas toda a sua vida está prestes a sofrer uma mudança. Max ainda não o sabe, mas é ele quem irá mudá-la."

Boa quarta-feira, livrólicos, e feliz ano novo!!

Para começar bem o ano, hoje venho partilhar convosco uma das primeiras novidades deste ano: Mil Estrelas e Tu de Isabelle Broom é uma aposta da Planeta que está disponível nas livrarias já a partir de amanhã e que me cativou desde o momento em que me chegou às mãos.

Mil Estrelas e Tu é um romance muitíssimo bem construído e de fácil leitura, com uma e escrita simples e fluída e capítulos curtos.

Os temas abordados são também bastante interessantes, tendo em conta o passado das personagens principais, Alice e Max, ambos com passados bastante turbulentos e que acabaram por os transformar na pessoa que embarca nesta viagem ao Sri Lanka.

As paisagens, a comida e toda a viagem das personagens está descrita de forma extremamente realista, o que permite que durante a leitura sintamos que estamos também a percorrer o Sri Lanka juntamente com estes cinco amigos.

Tenho de admitir que tinha uma ideia de como seria o final, mas a verdade é que ocorrem tantas reviravoltas ao longo da história que só mesmo nas últimas páginas (mesmo mesmo as últimas) é que ficamos a saber como o livro acaba.

Sem dúvida que este livro foi uma excelente forma de começar o ano (li-o em três dias e só não li mais rápido porque tenho estado a estudar para as frequências). É uma leitura cativante, não só pelo romance apaixonante, mas também pela viagem em si, uma viagem incrível e que me deixou com vontade de a fazer também!

Classificação: 5/5

Uma leitura com apoio da

29/12/18

Opinião: "Segredos Mortais" de Robert Bryndza

"Numa manhã gelada de inverno, uma mulher acorda e encontra o corpo ensanguentado da filha à porta de casa. Quem seria capaz de tal atrocidade?

A detetive Erika Foster vive um momento de fragilidade devido ao último caso que resolveu, mas está decidida a liderar também esta investigação. Ao deitar mãos à obra, toma conhecimento de outros ataques cometidos na mesma zona pacata do sul de Londres onde o crime ocorreu. Um pormenor arrepiante liga-os ao homicídio - todas as vítimas foram atacadas por uma figura vestida de preto com uma máscara de gás.

Erika procura um assassino cujo cartão de visita é aterrorizante. O caso complica-se quando descobre a teia de segredos que rodeia a morte da bela jovem.
No entanto, ao juntar as pistas, Erika é forçada a confrontar memórias dolorosas do passado. Deve escavar bem fundo, manter-se concentrada e encontrar o assassino. Só que, desta vez, um elemento da sua equipa corre um perigo terrível..."

Boa tarde, leitores!

Há quanto tempo, não é verdade? Este mês tem sido um caos com as frequências, o Natal e agora o Ano Novo... mas para compensar hoje trago-vos uma sugestão para aproveitarem aquele dinheirinho ou aquele cheque-prenda que receberam no Natal!! Hihihi!!

Segredos Mortais é o sexto livro da série da inspetora Erika Foster de Robert Bryndza foi publicado em outubro pela Alma dos Livros e foi um livro que eu devorei mal o tive nas mãos!!

Ao longo destes seis livros, o autor tem-nos habituado aos seus crimes macabros e Segredos Mortais não é exceção. Para além disso, esta história ocorre pouco tempo depois do livro anterior, Sangue Frio, e Erika e os seus colegas ainda não estão completamente refeitos do final chocante do último caso. E, como se não bastasse, uma pessoa importante para Erika está de regresso e com muitas novidades na sua vida pessoal, o que também vai abalar a inspetora.

A trama em si está muitíssimo bem construída. Robert escreve de forma a levar o leitor a seguir exatamente o caminho que ele quer que sigamos, o que faz com que cheguemos ao final de boca completamente aberta pois nunca previmos que fosse assim o desfecho!

O final é incrível e totalmente inesperado e adorei a forma como o autor conseguiu criar um álibi fantástico para as personagens em causa! Também gostei imenso da forma como o background do culpado foi inserido na história!

Por isso, se estão a precisar de uma boa leitura, este livro é o indicado!! E se ainda estão em modo natalício ainda melhor, uma vez que a ação se passa na altura do Natal!!


Classificação: 5/5

Uma leitura com apoio da




02/12/18

Opinião: "Um Dia em Dezembro" de Josie Silver

"Laurie tem certeza que o amor à primeira vista não existe em lado nenhum a não ser nos filmes. Mas um dia, através da janela de um autocarro, num dia de Dezembro, vê um homem que lhe faz bater o coração mais depressa.
Os seus olhos encontram-se, há um momento de pura magia… e o autocarro afasta-se.
Com a certeza de que não se tornariam a encontrar, Laurie passa o ano a olhar para cada paragem, mas não o torna a ver. Na festa de Natal, da melhor amiga, Sarah, esta apresenta-lhe o novo namorado. Chama-se Jack, e é o rapaz que viu do autocarro.
O que se segue para Laurie, Sarah e Jack são dez anos de amizade, desgostos, oportunidades perdidas, caminhos errados e vidas.
Um Dia em Dezembro é uma grande história de amor, comovente e com a mensagem que o destino toma caminhos inexplicáveis no respeitante ao amor e felicidade."


Bom domingo, livrólicos!

Dezembro começou ontem e hoje venho trazer-vos a recomendação da leitura ideal para esta altura do ano: Um Dia Em Dezembro de Josie Silver é uma novidade da Planeta que me cativou a partir do momento em que li a sinopse! 

plot deste livro centra-se em três personagens: Laurie, a sua melhor amiga Sarah e o novo namorado desta, Jack, que acaba por ser o homem que Laurie viu naquele fatídico dia de dezembro na paragem de autocarro.

No desenrolar da história vamos assistir aos dez anos seguintes da vida destas personagens, que acabam por ser dez anos bastante angustiantes (pelo menos para duas delas), cheios de segredos, voltas, reviravoltas e desamores.

Apesar de o final ser um pouco previsível, não há dúvida de que esta é uma história completamente viciaste, sem um momento de pausa. Há sempre qualquer coisa a acontecer na vida destas personagens que vai ditar o (duro) caminho que vão percorrer até chegarem ao final.

As personagens estão também muito bem construídas (não só as três principais, mas todas elas) e o leitor consegue facilmente relacionar-se com elas e identificar-se com os seus receios, as suas escolhas e comportamentos

Por fim, os capítulos são curtos e a escrita super acessível, o que ajuda ainda mais a torná-lo uma leitura aditiva e perfeita para esta época do ano!! Não poderia recomendar mais!!

Classificação: 5/5

Uma leitura com apoio da