11/03/19

Opinião: "Tu és meu!" de J. L. Butler

"E se se apaixonou por alguém que não devia? 
E se a sua relação ameaça destruir a carreira? 
E se começar a suspeitar que a sua paixão pode ter cometido assassínio?

A jovem advogada Francine Day construiu metodicamente a carreira fazendo sempre o que estava certo. 
Mas quando conhece o novo cliente, Martin Joy, a cautela inata que a protegeu e fomentou a sua ascensão evapora-se. 
De repente, Francine vê-se envolvida num perigoso labirinto de enganos, mentiras e segredos, em que um passo em falso pode significar a sua ruína.

Quanto mais longe vai em busca de respostas mais a rede parece apertar-se à volta do amante, dela e da vida que de forma tão meticulosa construiu..."

Boa tarde, livrólicos!

Desculpem andar tão ausente aqui do blogue, mas tenho tido uns meses caóticos e a vontade e tempo para ler têm sido poucos ou quase nenhuns.

Mas toda essa pouca vontade de pegar num livro e lê-lo desapareceu a semana passada quando peguei em Tu és meu! de J. L. Butler, um livro da Editorial Planeta, e não o consegui pousar enquanto não cheguei ao fim!

Já há muito tempo que não lia um livro deste género, em que o narrador/personagem principal são personagens em que não temos a certeza de poder confiar, quer devido a problemas mentais ou alcoólicos, e este livro mostrou-me o que tenho andado a perder!

Neste caso, a nossa personagem principal, Francine Day, é uma advogada talentosa mas com alguns problemas mentais e que se vê envolvida numa teia de segredos e mentiras depois de se envolver com um cliente.

A mulher dele desaparece sem deixar rasto e ele torna-se o principal suspeito de um possível crime, e enquanto Francine tente provar a inocência do seu cliente, ela própria não tem a certeza se ele poderá estar verdadeiramente inocente (ou se ela própria não terá algo a ver com este desaparecimento).

Tenho de admitir que ao início a história não me estava a cativar muito (provavelmente por estar numa ressaca literária terrível), mas assim que ocorreu o desaparecimento da mulher do cliente de Francine a trama tornou-se impossível de largar!

A autora foi extremamente hábil ao deixar pequenas pistas que levam o leitor a pensar que o culpado é certa pessoa, quando afinal não estamos nem pouco mais ou menos lá perto. As pistas estão todas lá, não há dúvida, mas só mesmo no final é que fui capaz de perceber o que verdadeiramente se tinha passado.

Um livro que vos vai deixar agarrados a ele enquanto não chegarem ao fim!! Um livro perfeito para aproveitar os dias maiores e mais quentes que se avizinham!

Classificação: 4,5/5

Uma leitura com apoio da

04/02/19

Opinião: "Dois Guardam um Segredo" de Karen M. McManus

"Echo Ridge é uma pequena cidade, perto da fronteira com o Canadá, onde Ellery nunca esteve, mas de que já ouviu falar. Foi lá que, aos dezassete anos, a irmã gémea da sua mãe desapareceu. E foi também lá que, há cinco anos, o assassinato da rainha do baile de boas-vindas pôs a cidade na boca do mundo, fazendo manchetes em todos os jornais. Agora, Ellery e o seu irmão gémeo têm de ir viver para Echo Ridge, com uma avó que mal conhecem.

A cidade é perfeita, mas esconde segredos. E ainda antes do início do ano escolar, alguém ameaça tornar o baile de boas-vindas tão perigosamente inesquecível como o de há cinco anos.

De repente, quase como prova de que o aviso é para ser levado a sério, uma rapariga desaparece. Ellery está habituada a segredos. A sua mãe tem-los e a sua avó também. E quanto mais tempo passa em Echo Ridge, mais claro se torna para ela que toda a gente na cidade os tem. 

Mas os segredos são perigosos e a maioria das pessoas não consegue guardá-los. 
Por isso, em Echo Ridge, é mais seguro cada um não revelar os seus."


Bom dia, livrólicos!

Hoje venho partilhar convosco a opinião de um livro muito antecipado... Dois Guardam um Segredo de Karen M. McManus, uma novidade da Gailivro, é o segundo livro da autora de Um de Nós Mente e o hype em redor dele é sem dúvida justificado!

Mais uma vez, temos uma história que se divide em diferentes POV (point of view), o que permite ao leitor ter uma visão por inteiro do que se passa na vida das personagens e de quais os sentimentos que as assolam. No entanto, tenho de admitir que, em relação ao outro livro, acho que Dois Guardam um Segredo podia ter mais POV de personagens que são igualmente importantes para o desenrolar da história do que simplesmente os dois a que temos acesso.

Outra coisa que adorei neste livro foi o ambiente criado. A autora foi capaz de nos transmitir todo o medo que os habitantes de Echo Ridge carregam às suas costas devido ao que aconteceu no passado e ao que receiam que vá acontecer agora, uma vez que se está a repetir tudo de novo.

Algo que me chocou completamente foi o final. Ao longo da história, vão-nos sendo dadas pistas que nos levam à identidade do assassino, mas todas as nossas hipóteses vão sendo destruídas até que o assassino nos é revelado e nós só pensamos: "Que choque!! Como assim?!".

O livro deixa-nos completamente agarrados literalmente até à última palavra que contém a que eu considero ser a maior reviravolta do livro

Não posso, por isso, recomendar este livro o suficiente!!  Têm mesmo de o ler!! 

Classificação: 5/5

Uma leitura com apoio da

17/01/19

Opinião: "Já te disse que me fazes falta?" de Estelle Maskame


"Uma última oportunidade para o amor.

Passou um ano desde a última vez que Eden falou com Tyler. Ela continua muito magoada por ele ter partido abruptamente no verão passado, e esforçou-se por seguir em frente com a sua vida na universidade, em Chicago, e esquecer Tyler de vez. Quando começam as férias grandes, Eden regressa a Santa Monica mas não é apenas ela quem decide voltar. 

Tendo sido deixada entregue a si própria depois da explosiva revelação e da desintegração da sua família, Eden não tem tempo para Tyler quando ele reaparece. Mas por onde andou Tyler E terá ela desistido dele definitivamente, como quer pensar Ou será que os dois voltarão a juntar-se, apesar da família e de todas as contrariedades

Neste surpreendente final da trilogia de Estelle Maskamebestseller internacional, assistimos ao desfecho, muito esperado, da emocionante história de amor entre Eden e Tyler."


Boa tarde, leitores!

Hoje trago-vos a minha opinião sobre um livro que esperava há algum tempo: Já te disse que me fazes falta? de Estelle Maskame, uma novidade da Editorial Presença.

Depois do final do livro anterior, Já te disse que preciso de ti?, era impossível não estar curioso com este último livro e, sem dúvida, que Já te disse me fazes falta? não desapontou!

O final era bastante expectável (e seria uma desilusão se assim não fosse! Hahaha!), mas gostei imenso do desenvolvimento deste plot! Foi, provavelmente, dos três o que mais gostei!

O que mais gostei de ver/ler ao longo desta trilogia (e, particularmente, neste terceiro livro) foi a evolução da personagem de Tyler. A personagem que conhecemos em Já te disse que te amo?, o primeiro da trilogia, é uma personagem totalmente diferente daquela que encontramos neste terceiro livro e não há dúvidas que a autora soube a aproveitar muito bem a personalidade de Tyler para construir a personagem e fazê-la crescer aos longo dos três livros.

Pelo contrário, fiquei com a impressão que a personagem de Eden foi aquela que se modificou menos ao longo da trilogia. O seu comportamento manteve-se praticamente igual quer quando a conhecemos com 16 anos quer agora com 19.

Os capítulos são também bastante curtos e a escrita simples, tal como Estelle já nos habituou, o que facilita imenso a leitura, ainda mais com uma história tão emocionante e com tantas reviravoltas como esta!

Classificação: 5/5

Uma leitura com apoio da
presença

Para mais informações sobre o livro Já te disse que me fazes falta?, clica aqui!

02/01/19

Opinião: "Mil Estrelas e Tu" de Isabelle Broom

"Alice está a assentar. Pode não ser a vida aventureira que em tempos imaginou, mas mais do que tudo quer fazer toda a gente feliz - o seu namorado equilibrado, a mãe superprotectora - ainda que signifique que uma pequena parte de si sempre se sentirá sufocada.

Max trata de agitar as coisas. Após um ferimento devastador, está determinado em mostrar as suas capacidades. Em encontrar o homem por detrás da incapacidade, em escapar à família sufocante e partir à aventura.

Uma viagem ao Sri Lanka constitui o derradeiro grito de independência para Alice - a oportunidade de que dispõe para poder mergulhar de corpo e alma no calor, no caos e nas cores de um lugar que se situa a milhares de quilómetros de distância de sua casa. É também o momento em que conhece Max. Alice ainda não o sabe, mas toda a sua vida está prestes a sofrer uma mudança. Max ainda não o sabe, mas é ele quem irá mudá-la."

Boa quarta-feira, livrólicos, e feliz ano novo!!

Para começar bem o ano, hoje venho partilhar convosco uma das primeiras novidades deste ano: Mil Estrelas e Tu de Isabelle Broom é uma aposta da Planeta que está disponível nas livrarias já a partir de amanhã e que me cativou desde o momento em que me chegou às mãos.

Mil Estrelas e Tu é um romance muitíssimo bem construído e de fácil leitura, com uma e escrita simples e fluída e capítulos curtos.

Os temas abordados são também bastante interessantes, tendo em conta o passado das personagens principais, Alice e Max, ambos com passados bastante turbulentos e que acabaram por os transformar na pessoa que embarca nesta viagem ao Sri Lanka.

As paisagens, a comida e toda a viagem das personagens está descrita de forma extremamente realista, o que permite que durante a leitura sintamos que estamos também a percorrer o Sri Lanka juntamente com estes cinco amigos.

Tenho de admitir que tinha uma ideia de como seria o final, mas a verdade é que ocorrem tantas reviravoltas ao longo da história que só mesmo nas últimas páginas (mesmo mesmo as últimas) é que ficamos a saber como o livro acaba.

Sem dúvida que este livro foi uma excelente forma de começar o ano (li-o em três dias e só não li mais rápido porque tenho estado a estudar para as frequências). É uma leitura cativante, não só pelo romance apaixonante, mas também pela viagem em si, uma viagem incrível e que me deixou com vontade de a fazer também!

Classificação: 5/5

Uma leitura com apoio da